Archives Novembro 2021

Instituto das Américas Bogotá – Webinario “Derecho y etnicidad” – 23.11.2021

O Instituto das Américas e o Centro de Pensamiento pluralizar la paz da Universidad Nacional de Colombia, têm o prazer de organizar uma sessão de estudo de meio dia “Derecho y etnicidad” (Lei e Etnicidade) que acontecerá no dia 23 de novembro de 2021, das 10h30 às 13h00 (horário da Colômbia), em espanhol, na plataforma virtual BigBlueBottom.

O objetivo desta sessão de estudo de meio dia é discutir as interações recíprocas que existem entre a produção da lei e a produção da etnia na Colômbia. Para isso, o agrupamento propõe, por um lado, explorar a centralidade da lei indígena na produção e continuidade das fronteiras étnicas e, conseqüentemente, na produção da etnia. Por outro lado, será discutido o papel dos atores étnicos na própria produção da lei multicultural.

Os palestrantes para este meio dia de conferência serão Camilo Borrero García (Universidad Nacional de Colombia), Rosembert Ariza Santamaría (Universidad Nacional de Colombia), Virginie Laurent (Universidad de los Andes), Daniel Bonilla Maldonado (Universidad de los Andes) e Paulo Illich Bacca (Dejusticia, Universidad Javeriana).

Registro : https://forms.gle/zFZApv6bQmeE2Bah9


Posição pós-doc em OMICS de célula única aplicada à imuno-oncologia

Posição pós-doc em OMICS de célula única aplicada à imuno-oncologia

A equipe de Vigilância Imunológica e Terapêutica do Câncer está procurando um jovem candidato a doutorado motivado que esteja interessado em trabalhar em um ambiente científico desafiador, mas não convencional, na interface dos setores acadêmico e privado. O candidato fará a ponte entre a pesquisa básica no campo da imunologia do câncer e o desenvolvimento de medicamentos terapêuticos no campo da imunoterapia, trabalhando em regime de time-sharing entre o Centro de Pesquisa do Câncer de Lyon, no Centro Léon Bérard, e a OSE.

Os candidatos devem enviar um curriculum vitae com uma lista de publicações, um breve resumo das realizações e técnicas de pesquisa dominadas em inglês, e os nomes e endereços de e-mail de pelo menos duas referências para jenny.valladeau@lyon.unicancer.fr

Mais informações


Um workshop franco-brasileiro internacional sobre o uso de IA (WAIC 2021) 22,23 e 24 de novembro de 2021

Um workshop franco-brasileiro internacional sobre o uso de IA e técnicas de aprendizagem de máquinas no processo criativo para música e jogos: Workshop sobre IA para (Música e Jogos) Co-Criação (WAIC 2021). A oficina será realizada no Rio de Janeiro (na UNIRIO) nos dias 22, 23 e 24 de novembro de 2021.
Um webcast e uma participação remota também estarão disponíveis.

O objetivo é discutir os desafios do uso de técnicas de inteligência artificial (especialmente com base nos recentes avanços no aprendizado profundo para a geração de conteúdo criativo) no processo criativo humano e co-criativo da música, especialmente para jogos. Este é um campo em rápida expansão no cruzamento de preocupações científicas, técnicas, artísticas e industriais (veja os laboratórios e projetos em grande parte franceses dos principais atores do campo, tais como: Google Magenta, Sony CSL-Paris, Spotify CTRL-Paris e Ubisoft).

Pesquisadores da área (ou melhor, das áreas: informática, IA, composição musical, videogames…) da França e do Brasil estarão presentes.

Encontre a página web do evento:

https://webia.lip6.fr/~briot/waic2021/


CIÊNCIA ABERTA E EDIÇÃO DIGITAL: VISÕES CRUZADAS América do Sul – França

 

 CIÊNCIA ABERTA E EDIÇÃO DIGITAL:

VISÕES CRUZADAS América do Sul – França

 

1º Encontro Internacional

 

6-7 dezembro 2021

Buenos Aires, Argentina

 

O Centro Franco-Argentino de Altos Estudo em Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires, os Serviços de Cooperação e de Ação Cultural e Científica das Embaixadas da França em Buenos Aires e no Brasil, assim como o Escritório do CNRS (Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica) na América do Sul estão organizando um simpósio internacional sobre ciência aberta para o mês de novembro, conhecido como Novembro digital.

Apresentação

As principais etapas da produção da pesquisa, desde a coleta de dados, passando pelos métodos de produção, até a comunicação e disseminação dos resultados, são atravessadas por novas dinâmicas e potencialidades que sugerem a emergência gradual de um novo ecossistema de pesquisa digital e uma ruptura do antigo equilíbrio socioeconômico.

Ao incorporar as transformações radicais na produção científica e na comunicação, a ciência aberta tornou-se um assunto inevitável para todos os pesquisadores e instituições de pesquisa. Não é mais um assunto marginal, militante ou mesmo ilegítimo aos olhos de muitos formuladores de políticas científicas, como era há apenas vinte anos. Ela agora estrutura a política científica de muitos governos e organismos internacionais, o que a tornou um foco estratégico, particularmente na Europa.

A América Latina é o continente do hemisfério sul onde as iniciativas mais abundantes e inovadoras foram desenvolvidas há duas décadas, em um contexto em que a produção da pesquisa dos países da região sofreu com a falta de visibilidade no universo internacional da publicação científica.

Os atores da ciência aberta na França e na América Latina se conhecem e já estabeleceram laços, mesmo que esses contatos sejam, às vezes, compartimentados.

A ambição deste encontro internacional é estender este diálogo, abrir as portas a estes contatos bilaterais, ligando o Brasil e a América de língua espanhola, e oferecer a esta região maior visibilidade em um momento crucial no desenvolvimento da ciência aberta.

Através de três mesas redondas temáticas, os objetivos serão os seguintes:

– Tornar público, através de intercâmbios entre pioneiros, pesquisadores e atores institucionais, as apostas e os desafios ligados ao desenvolvimento da ciência e salientar nuances, até divergências, nas visões do que deveria ser o paradigma da ciência aberta, dos caminhos a seguir para o futuro;

– Criar um ponto da situação da evolução real das práticas dos pesquisadores, mais de vinte anos após as primeiras iniciativas de acesso aberto. O foco será os roteiros das três organizações francesas de pesquisa presentes na América do Sul;

– Relatório sobre a reconfiguração do ecossistema editorial científico e iniciar uma reflexão sobre a evolução dos modelos de periódicos.

Estes Encontros sobre a ciência aberta serão divididos em duas partes, a segunda estando planejada em 2022 no Brasil. O objetivo final é trazer cooperações científicas inéditas entre a América do Sul e a França, que poderão ser apoiadas pela cooperação regional e pelas embaixadas.

 

Idiomas do evento: francês, espanhol, português

Programa provisório

6 de dezembro de 2021

 

09h00- 09h30 Abertura

Lionel PARADISI-COULOUMA, Embaixada da França na Argentina

Mario PECHENY, Vice Presidente para assuntos científicos da CONICET

Guadalupe DIAZ COSTANZO, Diretor do C3 – Centro Cultural da Ciência

Olivier GIRON, Conselheiro de Cooperação e Ação Cultural, Embaixada da França no Brasil

Olga ANOKHINA, Diretora do Escritório do CNRS na América do Sul

 

9:30-10:30 Palestra de abertura. Jean-Claude GUEDON (Universidade de Montreal)

 

10h30-12h30 Mesa redonda 1: O desenvolvimento da ciência aberta: uma questão política, um desafio científico?

Moderadora: Maud PELISSIER, Adida de Cooperação Universitária, Embaixada da França no Brasil/Campus de Diretores da França Brasil

 

Marin DACOS, Diretoria Geral de Pesquisa e Inovação (MESRI)

Bianca AMARO, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT)

Fernanda BEIGEL, Comitê Argentino de Ciência Aberta (CONICET)

Guilherme ANLLO, Representação da UNESCO na América do Sul

 

 

14:30-16:30 Mesa redonda 2: Transformações na publicação científica: modelos de periódicos a serem reinventados?

Moderador: Nadège MÉZIÉ, Adido de Ciência e Tecnologia, Serviço de Cooperação e Ação Cultural em São Paulo, Brasil

 

Ronald CANCINO, Universidad de la Frontera de Temuco, Chile

Abel PACKER, fundador e diretor do programa SCIELO

Laura ROVELLI, CLACSO Argentina

 

7 de dezembro de 2021

 

9:00-11:00 Mesa redonda 3: A implementação de uma política científica aberta na Europa: testemunhos de organizações francesas de pesquisa

Moderador: Enrique SANCHEZ-ALBARRACIN, Adido para Ciência, Tecnologia e Cooperação Descentralizada, Embaixada da França na Argentina

 

Sylvie ROUSSET, Diretora da DDOR – Direction des Données Ouvertes de la Recherche, CNRS

Pascal AVENTURIER, Chefe de Informação Científica, IRD, França

Sophie FORTUNO, Chefe de Ciência Aberta e Dados de Pesquisa, CIRAD

Philippe ROZENBERG, Diretor de Pesquisa, Chefe de Relações Internacionais da América Latina, INRAE

Aliocha MALDAVSKY, Diretor, Instituto Francês de Estudos Andinos I, Peru/França

14:00-17:00 Mesa redonda 4: Feedback de revistas científicas abertas nas ciências humanas e sociais

Moderador: Christophe GIUDICELLI, Diretor do CFA – Centro Franco-Argentino de Estudos Avançados

 

Oradores:

Aliocha MALDAVSKY (Instituto Francês de Estudos Andinos – BIFEA, Peru/França)

Manuel GÁRATE (revisão Polis, Chile)

Karine PENALBA (revista Nuevo Mundo Mundos Nuevos, França)

Jaime VALENZUELA MÁRQUEZ (revista Historia, Chile)

Carlos MASOTTA (Corpus, Argentina)

Lorena RODRÍGUEZ (Memoria Americana, Argentina)

Aude ARGOUSE (Historia y Justicia, Chile)

Eduardo DULLO (revue Debates do NER, Brasil)

17h00-17h30 Encerramento da reunião

Karina POMBO, Diretora de Relações Internacionais, MINCYT

Christophe GIUDICELLI, Diretor do CFA – Centro Franco-Argentino de Estudos Avançados

Nadège MÉZIÉ, Adido de Ciência e Tecnologia, Serviço de Cooperação e Ação Cultural em São Paulo, Brasil

Maud PELISSIER, Adida de Cooperação Universitária, Embaixada da França no Brasil/Diretora do Campus França Brasil

 

 

 

 

 

 

 


Jornada de estudos FRANÇA-BRASIL Cooperação científica no Estado de São Paulo

Jornada de estudos

FRANÇA-BRASIL

Cooperação científica no Estado de São Paulo

Organizado por

Escritorio do CNRS na America do Sul / SCAC SP / Universidade de Lyon

10 de dezembro de 2021

Auditório FAPESP, São Paulo

Pio XI, 1500 – Alto da Lapa, São Paulo – SP, 05468-901

 

Esta jornada de estudos promoverá o intercâmbio entre pesquisadores, representantes de instituições de pesquisa brasileiras e francesas e do setor socioeconômico sobre questões relativas à cooperação científica, como a montagem e estruturação de projetos, sua gestão, financiamento, impactos, assim como sua inserção na cooperação a médio e longo prazo.

Organizado em mesas redondas temáticas, o encontro contribuirá para a troca de experiências entre integrantes do CNRS, da Universidade de Lyon, de grupos de pesquisa brasileiros no Estado de São Paulo e de empresas. O evento ocorrerá no dia 10 de dezembro de 2021, presencialmente na FAPESP.

Duas abordagens transversais serão privilegiadas:

– Com base nas experiências adquiridas no âmbito de IRPs (International Research Project), mostrar os ganhos e o valor agregado para a consolidação da cooperação científica. Serão evocados elementos para o desenvolvimento de um programa científico, os métodos de implementação, a valorização dos conhecimentos adquiridos, o retorno sobre investimentos e a sustentabilidade das ações.

– Compartilhar experiências de equipes de pesquisa no desenvolvimento de parcerias inovadoras e consolidadas entre pesquisadores e indústria no Brasil: quais ferramentas de cooperação podem ser mobilizadas, as possibilidades de financiamento, as estratégias de pesquisa para centros de P&D de empresas privadas, dificuldades encontradas, vantagens e impactos na pesquisa.

Embora o evento seja voltado para iniciativas desenvolvidas no estado de São Paulo, ele será aberto a pesquisadores e instituições de outros estados brasileiros que tenham desenvolvido cooperação com o CNRS e/ou a UdL.

Idioma do evento: português.

PROGRAMA

Sexta-feira 10 de dezembro 2021
 

9h00 – 9h30

Acolhimento dos participantes

9h30 – 10h00

 

Abertura

Marco Antônio ZAGO, Presidente da FAPESP
Yves TEYSSIER d’ORFEUIL, Consul geral da França em São Paulo
Jean THÈVES, Adjunto da Diretora das Relações internacionais do CNRS – em video-conferência

Representante da Universidade de Lyon (nome a ser definido)

Assinatura do novo convenio entre CNRS-FAPESP
por Marco Antônio ZAGO (FAPESP) e Olga ANOKHINA (CNRS)

10h00 – 10h30

 

As ferramentas da cooperação internacional do CNRS
Olga ANOKHINA, Diretora do escritório do CNRS em América do Sul

A cooperação internacional da Universidade de Lyon no Brasil
Hervé de GAUDEMAR, Reitor da Faculdade de Direito da Universidade de Lyon 3 – em video-conferência

10H30-11H00

 

Coffee Break

11H00 – 12h30

20’ + 5’

 

Mesa redonda 1 Unidades de pesquisa binacionais:  exemplo dos IRP

Moderação: Nadège MÉZIÉ, Adida para a Ciência e a tecnologia em São Paulo e Maryangela GEIMBA DE LIMA, Pró-Reitora de Pesquisa e Relacionamento Institucional, ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica)

IRP Subatomic physics 2018-2021 (IN2P3 CNRS)
Tobias FEDERICO (Instituto Tecnológico de Aeronáutica)

 IRP Énergie Environnement / IRP Maxwell (INSIS CNRS)
José Roberto CARDOSO (Poli USP)

IRP Anthropocène, métropolisation et sociétés : prismes franco-brésiliens (INEE CNRS)
Lucia ZANIN SHIMBO (USP/IAU)

12h30 – 14h30

Almoço
Restaurante QUINTA DE SANTA MARIA
R. Cerro Corá, 1548 – Alto da Lapa, São Paulo – SP

14h30 – 16h30

 

Mesa redonda 2 Colaboração pesquisa e indústria: testemunhas

Moderação:  Pedro TEIXEIRA LACAVA, Pró-Reitor de PósGraduação do ITA e Fred DONIER, Founder &CEO Crescendo, Membro do Conselho da Câmara de Comercio França-Brasil São Paulo (CCIFB-SP)

A. Cooperação pesquisa e indústria: visão do setor acadêmico

Ferramentas de cooperação da FAPESP com o setor sócio-economico
Roberto MACONDES CESAR, Coordenador do programa Centros de Pesquisa em Engenharia, FAPESP

Research Centre for Gas Innovation (RCGI) – USP/ Shell
Prof Guenther KRIEGER FILHO (Poli-USP / IRP Energie Environnement), Diretor do programa Engenharia do RCGI

B. Centros de Pesquisa em Engenharia: ponto de vista do industrial sobre as colaborações com unidades acadêmicas

Centre de recherche Professor Urbano Ernesto Stumpf – FAPESP/PSA/USP/ITA/ Unicamp/Instituto Maua
Emmanuel HEDOUIN, Research and Advanced Engineering Manager Groupe PSA

Centre de recherche Saint Gobain
Gabriel CORESCU, Diretor P&D Saint Gobain

16h30

Encerramento do evento
Perspectivas de cooperação franco-brasileira pos-covid-19
Luiz Eugênio MELLO, Diretor cientifico da FAPESP
e
Olivier GIRON, Conselheiro de Cooperação e Ação Cultural (Embaixada da França no Brasil)


19h30

 

Jantar comemorativo (Residência do Consul da França em SP – para confirmar)

 

 

 


CONFERÊNCIA CIENTÍFICA Impactos das mudanças climáticas e das poluições de origem humana sobre Oceano Atlântico

CONFERÊNCIA CIENTÍFICA

Impactos das mudanças climáticas e das poluições de origem humana sobre Oceano Atlântico

9 de novembro – 16H00
Bibliomaison / Mediateca da Maison de France

Av. Pres. Antônio Carlos, 58 – 11° andar – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20020-010

 

Na ocasião da passagem no Rio de Janeiro do veleiro de pesquisa TARA, entre os dias 4 e 11 de novembro 2021, o Escritório do CNRS na América do Sul e a Fundação TARA Ocean organizam uma conferencia para apresentar as pesquisas e as iniciativas de colaboração internacional e regional na área de oceanografia e biologia marinha.

 

PROGRAMA

16h00 Discursos de boas vindas

Alain ARNAUDET – Attaché de coopération et d’action culturelle à Rio de Janeiro

Étienne BOURGOIS – Presidente da Fundação Tara Ocean

Dra Olga ANOKHINA – Diretoria do Escritório CNRS na América do Sul

16h20 Prof. Jean VALENTIN – Universidade Federal do Rio de Janeiro

Da França para o Brasil: uma trajetória multivariada na cooperação pela ciência do oceano

 

16h40 Prof. Andrea SANTAROSA FREIRE – Universidade Federal de Santa Catarina

Conhecimento inovador sobre o microbioma para promover o crescimento azul no Atlântico Sul 

 

17h00 Prof. Gleyci MOSER – Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Projeto VELITROP, eutrofização com foco na Baía de Sepetiba 

 

17h20 Prof. Sérgio BONECKER – Universidade Federal do Rio de Janeiro

Visão geral e perspectivas das comunidades planctônicas do Atlântico Sudoeste

 

17h40 André ABREU – Fundação Tara Ocean

A ciência que precisamos para melhor preservar o oceano

 

18h00 Coquetel comemorativo

 

 

 


No widget added yet.