Lançamento do Atlas Crítico da Guiana Francesa pelas Edições CNRS

O Atlas Crítico da Guiana Francesa, publicado pelas Edições CNRS, será publicado em 17 de setembro 2020 sob a direção de Matthieu Noucher, pesquisador da CNRS, e Laurent Polidori, diretor de pesquisa do UMR CESBIO (Centre d’Etude Spatial de la BIOsphère). É uma obra coletiva (85 autores) e multidisciplinar (geografia, história, sociologia, antropologia, botânica, ecologia, arqueologia, etc.).

Abstrato

O mapa não é o território. Uma obra da mente, uma interpretação do espaço, há muito que permanece a prerrogativa do poder, a expressão do dominante, transmitindo representações parciais, dúbias ou orientadas. Um cenário em ordem que por vezes fabrica a ordem muito real das nossas sociedades. Elaborada na década de 1970, esta observação crítica ainda hoje perturba a leitura dos mapas. Este atlas faz parte deste movimento intelectual crescente: pretende ser um exercício de cartografia crítica aplicada a um determinado espaço: a Guiana Francesa. Uma obra colectiva (85 autores) e multidisciplinar (geografia, cartografia, sociologia, história, antropologia, arqueologia, etno-botânica, linguística, etc.), questiona os mapas existentes, procedendo a uma análise de todos os problemas principais desde a sua elaboração (confinar, delimitar, detectar, recolher, nome) até à sua utilização (medir, planear, revelar, congelar, ligar). Também trata dos temas cruciais da Guiana Francesa, produzindo mapas originais sobre fronteiras, costas, florestas, tráfego, panorâmicas de ouro, toponímia, topografia, terra, planeamento urbano, relações geopolíticas, biodiversidade, etc. Enquanto os dois últimos capítulos “Imaginar a Guiana Francesa através dos mapas” e “Esquecer o branco dos mapas” reinterpretam o mapa na medida lógica das suas suposições ou omissões.

Link para o website do Atlas

Colaboradores : Régine Alexandre • Waiso Michel Aloïké • Tasikale Alupki • Xavier Amelot • Edward Anthony • Nicolas Baghdadi • Françoise Bahoken • Pierre Baulain • Julien Béziat • Élisabeth Botrel • Stéphanie Bouillaguet • Aurélien Brusini • Cristèle Chevalier • Christine Chivallon • Gérard Collomb • Pascale Cornuel • Marion Comptour • Romain Cruse • Philippe Cuny • Jeanne da Silveira • Damien Davy • Lucie Déjouhanet • Gutemberg de Vilhena Silva • Aurélie Dourdain • Guy Di Méo • Marie Fleury • Pierre-Michel Forget • Jérôme Fozzani • Pierre Gautreau • Antoine Gardel • Grégoire Gitton • Luis Alejandro Ávila Gómez • Sophie Gonzalez • Françoise Gourmelon • Stéphane Granger • Luc Greffier • Pierre Grenand • Juliette Guirado • Stéphane Guitet • Leïla Hamidi • Matthieu Hildebrand • Théo Jacob • Marquisar Jean-Jacques • Morgane Jolivet • Pierre Joubert • Patrick Lacaisse • Dennis Lamaison • Bettie Laplanche • Grégoire Le Campion • Isabelle Léglise • Clémence Léobal • François-Michel Le Tourneau • Sébastien Linarès • Serge Mam Lam Fouk • Marie Masson • Marie Mellac • Mickaël Mestre • Delphine Montagne • Vincent Morrachini • Valérie Morel • Jérôme Murienne • Thierry Nicolas • Matthieu Noucher • Guillaume Odonne • Aimawale Opoya • Marianne Palisse • Anne Péné-Annette • Frédéric Piantoni • Julie Pierson • Olivier Pissoat • Laurent Polidori • Monique Pouliquen • Jean-Yves Puyo • Stéphen Rostain • Boris Ruelle • Daniel Sabatier • Mara Sierra Jiménez • Cyrille Suss • François Taglioni • Marc-Alexandre Tareau • Christiane Taubira • Dénétèm Touam Bona • Julien Touroult • Pascal Tozzi • Moïse Tsayem Demaze